Pilotos movimentam os boxes nesta quarta-feira em S?o Paulo

O Autódromo internacional de Interlagos, que recebe neste final de semana mais um GP Brasil de Fórmula-1, começou a receber nesta quarta-feira as feras da mais importante categoria do automobilismo mundial. Com o acesso restrito para o...

O Autódromo internacional de Interlagos, que recebe neste final de semana mais um GP Brasil de Fórmula-1, começou a receber nesta quarta-feira as feras da mais importante categoria do automobilismo mundial.

Com o acesso restrito para o pit-lane (linha de frente aos boxes), boa parte do burburinho público não fora privilegiado para ver de perto as 33 máquinas montadas junto as equipes do mundial. Porém puderam ouvir, ainda na parte da manhã, os primeiros roncos de motor, acionados pela equipe McLaren.

Já na área reservada para a Fórmula 3000 Internacional, que terá início de temporada neste próximo sábado, o clima é de muita expectativa com relação aos novos chassis Lola B2/50, que estréiam este ano na categoria. Para Mário Haberfeld, piloto brasileiro da equipe Astromega Racing, a reclamação constante entre pilotos com relação a este novo equipamento parte pela falta de ajustes ideais ainda não encontrados por alguns times. _"Os pilotos que andaram reclamando deste novo chassi que utilizamos ainda não encontraram suas devidas configurações, pois conforme os últimos testes de inverno, chegamos a andar cerca de 2 segundos mais rápidos em relação ao ano passado. isto prova que o novo equipamento é sem dúvida melhor", comentou o piloto com exclusividade à Poliszuk Motorsport Media.

Já para Ricardo Maurício, piloto da RedBull Jr, a recente visão de dirigentes da Fórmula-1, ao contratarem pilotos mais jovens sem as devidas experiências no automobilismo, não o preocupa na relação de seu futuro. _"Não podemos voltar para trás. Alguns pilotos tiveram sorte ao receberem convites de grandes times sem grande experiência em pista. Porém não é só o dinheiro que ajuda", disse a respeito do vínculo que entre os novatos pilotos da categoria reembolsam as equipes. _"Porém ainda acredito que a Fórmula 3000 é sem dúvida a principal categoria de acesso para a Fórmula-1. É nela que aprendemos quase todos os circuitos da temporada e conseguimos ter uma resposta de equipamento mais próximo de um modelo F-1, concluiu.

Os primeiros treinos para o GP Brasil de Fórmula-1 e F-3000 acontecem sexta-feira.

-gpbrasil/rp-

Write a comment
Show comments
About this article
Series Formula 1 , F3000
Drivers Mario Haberfeld , Ricardo Maurício
Teams McLaren