CHAMPCAR/CART: Carros j? est?o no Rio de Janeiro

Carros já estão no Rio de Janeiro Adriana Rodrigues - motorsport.com - Motorsport News International Toda a parafernália necessária para montar o circo do GP TELEMAR RIO 200 de Fórmula Mundial já está na cidade. Na noite de ontem,...

Carros já estão no Rio de Janeiro Adriana Rodrigues - motorsport.com - Motorsport News International

Toda a parafernália necessária para montar o circo do GP TELEMAR RIO 200 de Fórmula Mundial já está na cidade. Na noite de ontem, sábado, 8 de maio, pousaram no Aeroporto Internacional Tom Jobim três aviões MD11 da Federal Express configurados para transporte de carga. Eles haviam partido de Indianápolis trazendo 260 toneladas de equipamento. Vieram 57 carros: os 27 que largarão na prova e os carros reserva. Chegaram também os safety cars, que entram na pista à frente dos carros de corrida antes da largada, o safety truck, caminhão que tem uma turbina para limpar a pista sempre que há algum acidente, e o rescue truck, caminhão usado para retirar do circuito os carros que batem ou quebram.

A FedEx, transportadora do material, é o principal patrocinador da Fórmula Mundial. É por isso que, oficialmente, a antiga Fórmula Indy leva o nome de FedEx/Cart Championship Series. A carga trazida pela empresa chegou ao Rio em perfeito estado. “Fazemos essa operação três vezes por ano”, explicou Chuck Collins, chefe do transporte das cargas da Federal Express que chegou no primeiro avião, às 20 horas. O circo da categoria é inteiramente deslocado da América do Norte nas únicas 3 corridas do campeonato que acontecem fora da América do Norte – Japão, Austrália e Brasil. Quando as competições acontecem nos Estados Unidos e no Canadá, carros e equipamentos são transportados por terra, em caminhões.

O primeiro avião chegou trazendo 90 toneladas de equipamento, entre carros e contêineres, e os outros dois chegaram com 85 toneladas cada. O desembaraço da carga de cada avião levou cerca de duas horas. Três comboios de 15 caminhões vieram para o Autódromo Internacional Nélson Piquet, em Jacarepaguá, durante a madrugada.

Quando o primeiro comboio de caminhões entrou no Autódromo, às 24h30, foi recebido com queima de fogos e um canhão de luz serpenteando pelo céu de Jacarepaguá. Cerca de duzentas pessoas, entre pessoal de produção da prova e curiosos, estavam no circuito. Um coquetel de sushi e whisky foi servido na Casa dos Sabores, restaurante oficial da área dos boxes, em homenagem à chegada do circo da categoria no Brasil. Na baía da Guanabara, uma festa gigantesca acontecia ao mesmo tempo no navio Pioneiro, no Pier Mauá, com a presença do único piloto carioca da prova, Gualter Salles. Em Angra dos Reis, um lual à beira-mar embalou os primeiros pilotos que chegaram ao Brasil. Estavam lá entre os convidados, além do promotor Emerson Fittipaldi, pilotos como Helio Castro Neves, Luiz Garcia Júnior e Michel Jourdain. Christian Fittipaldi e o italiano Max Papis também estão no Brasil, mas preferiram fugir da badalação e estão descansando na fazenda de Wilsinho Fittipaldi, no Mato Grosso.

A partir de amanhã chegam de Indianápolis e Miami os três vôos fretados da TAM com mecânicos e todo o staff da CART e das equipes, totalizando 650 estrangeiros. No Rio de Janeiro, eles ficarão hospedados nos Hotéis Intercontinental, em São Conrado, e Sheraton, no Vidigal. A única exceção é a equipe Penske, do bicampeão Al Unser Jr. e do brasileiro Tarso Marques. Eles ficarão no Cesar Park. Roger Penske vem dos Estados Unidos em seu avião particular.

A F-1 esteve a todo vapor na semana passada, com vários testes de várias equipes em diversos circuitos na Europa. - Entre quinta-feira e sábado, Stewart, Sauber, Williams e BAR treinaram em Nogaro, circuito de rua de 3,6 km que é muito semelhante com o circuito de MonteCarlo - McLaren treinou em Magny-Cours com Hakkinen, Coulthard e Heidfeld marcando o melhor tempo em 1m17s6. A Prost também treinou lá. - Charlie Whiting foi convidado para ser diretor-técnico da Benetton ainda este ano, recebendo US$ 1,5 milhões ao ano - Alex Zanardi espera em Mônaco marcar os seus primeiros pontos. "Mônaco é um circuito especial, mesmo eu não adorando este pista, acho que dá para trazer um bom resultado para casa".

Be part of something big

Write a comment
Show comments
About this article
Series Formula 1 , IndyCar
Drivers Gualter Salles , Al Unser Jr. , Max Papis , Tarso Marques , Christian Fittipaldi , Alex Zanardi , Emerson Fittipaldi , Roger Penske , Michel Jourdain , Luiz Garcia
Teams Sauber , McLaren , Williams , Benetton